ASAS CORTADAS

18:21




Queridos criadores, sou um animal pequeno, indefeso com poucos sonhos, poucos recursos para me alegrar e colorir os dias de vocês.

Fiquei sob as asas da minha mãe até me arrancarem de lá e me jogarem numa gaiola. Não tenho muitas lembranças dela, mas me lembro que me sentia aconchegado quando estava ao seu lado ou, quando em uma tempestade monstruosa, ela me aninhava ao lado de seu peito e me acalmava.
Hoje, já não preciso me proteger da chuva, porque dentro da minha bolha não existe mais chuva. Hoje, tenho que me proteger de humanos.

Esses seres vivos me assustam. Todo dia chega um tipo diferente. Ele fica batendo na minha gaiola, me mandam cantar e pular de um lado para o outro. Infelizmente, há tempo não canto. Não com aquele peito aberto, aquele canto que acorda a natureza e clareia o dia. Hoje, dou apenas pequenos pios, tentando relembrar meus dias de felicidade, ou melhor, de liberdade.

Como se não bastasse me retirar toda a vida que existe fora desta bolha, vocês, queridos donos, exigem que eu seja adestrado e faça tudo que vocês me mandam fazer. Desculpe se sou meio medíocre neste aspecto de obedecer ordens. Não tem como se domesticar o selvagem, o indomável. 
Não sou marionete para que seja controlado por outras pessoas. 

Queridos donos, sou muito grato por terem me alimentado, e me impedido de ser alimento de outros animais, mas fui feito para viver conforme minha natureza, ou seja, me arriscar, me defender, me machucar e me recuperar.
Sou muito grato por terem cortado minhas asas, pois me impediu de tentar voar cedo demais, às vezes, asas de gigante não os deixam caminhar e estes caem.
Agora que elas já finalmente cresceram, chegou a hora de me despedir. Vocês podem podar minhas asas, mas não meus sonhos .


Queridos pais, vocês podem podar minhas asas, mas não meus sonhos. 


Para o próximo animalzinho de vocês, lembrem-se de dar a eles escolhas. Deem a quem vocês amarão asas para voar, raízes para voltar. Motivos para ficar.

Desculpa, essa ninhada já se foi.

You Might Also Like

8 comentários

  1. Que texto :O, não podemos prender ninguém que está destinado a liberdade. prender é só uma tentativa frustrada de interromper os sonhos alheios.
    beijos
    lolamantovani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Que bonito esse texto.
    Com certeza além de dar amor tem que dar liberdade.
    Beijos!

    Blog Pam Lepletier

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Pâmela! Comentários assim são super importantes para o crescimento do blog hahaha
      Beijos, flor

      Excluir
  3. Que texto foi esse em mana? ADOREI! E sobre a frase: "Você pode cortar minhas asas, mas não meus sonhos" Me apaixonei.
    Beijos,
    www.sahsant.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha
      Obrigada, Saraaaa
      Beijos, lindaa

      Excluir
  4. Gentechem! Que texto tooop!! Você é muita criativa escreve super bem!
    Beijão!

    Estilo de sobra baby!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Joicee!
      Adoro sua participação aqui no blog haha
      Beijos

      Excluir

Olá blogueiros! Comentem aqui o que acharam do post, mas há umas regrinhas:
* Nada de comentários ofensivos;
* Há moderação de comentários;
* Coloque o link do seu blog no final do comentário para que possa visitar;
*Se seu comentário for um dos 10 primeiros, o link do seu blog vai para o próximo post na área de blogueiros encantados;

~ DIVIRTA-SE~